Stand Up!!

img_216506_2110405_0

“Stand Up!!” (スタンドアップ!!) foi lançado em 2003, época em que boa parte do elenco era bem jovem e não tão conhecido como hoje. O que falar de Ninomiya Kazunari, que havia debutado no Arashi (banda de j-pop) há quatro anos e estava começando a se tornar conhecido no universo dos doramas? Sem falar dos atores promissores, como Oguri Shun e Suzuki Anne, que apesar do histórico mais antigo, ainda tinham um longo caminho pela frente.

A história gira em torno de quatro garotos: o conservador (Kenken / Kengo), o pervertido (Udayan / Hayato), o viciado em futebol (Kou / Kouji) e o pseudo-narrador da turma (Shou / Shouhei). Eles são amigos de infância e dividem um “problema” em comum: todos são virgens. Isso define muita coisa? Sim, define. A maioria dos episódios são pautados nesse tema e nas mil e uma maneiras de se perder a virgindade. Aliás, a mãe do Kenken tem um motel na cidade, que eles costumam frequentar para discutir os planos para o futu… não, eles vão lá pra ouvir os gemidos produzidos pelos casais dos outros quartos e pensar na próxima tentativa para perder a dita cuja. Além dos doutei boys (どうてい/童貞, garotos virgens), a Chie (Suzuki Anne) completa o elenco e traz um pouco de romance para a história que, como deve ter percebido, segue esse American Pie way of life da ala masculina. Ela também é amiga de infância deles, mas teve que se mudar para outra cidade ainda criança, o que a fez romper bruscamente seus laços com o Shou, sua paixão platônica.

  • Por que assistir?

Apesar do gênero ser comédia com foco no dia a dia dos últimos virgens da escola, a porcentagem de drama cria uma linha evolutiva dos personagens que permite sentir a diferença de cada um deles do primeiro ao último episódio. Chie tem uma armadura que protege todos os seus sentimentos e problemas pessoais. Aparentemente, está sempre de bem com a vida. Por dentro, há tantas perturbações, que somadas ao amor de infância que ela sente pelo Shou (Ninomiya Kazunari), deixam-na ainda mais reprimida em si mesma. O propósito dela, que só é revelado no final do dorama, não é tão surpreendente assim. Mas não esperava muita coisa. Vejam só, a pegada aqui não é mudar sua vida, mas entretê-la. Entendendo isso, certamente vai gostar do que verá.

☆ A música de abertura é “Kotoba Yori Taisetsu na Mono” (言葉より大切な物), do Arashi. Quer motivo maior do que esse pra assistir, hahaha? Tá, sei que existe um fanservice aqui, mas não é só isso. Ela combina perfeitamente com o dorama, tanto pela letra como pela melodia. Escutem-na, onegai shimasu!

Quem gostou, pode baixar a versão original e uma extra (ao vivo), cantada apenas pelo Ninomiya Kazunari:

Original || Extra

☆ O tema parece bobo, mas as conexões geradas a partir dele são interessantes. A relação entre os personagens principais desperta uma certa nostalgia em quem assiste. Não pelo tabu da virgindade, mas sim pela confiança que depositamos nos amigos durante a adolescência. A ingenuidade das ações, a busca infinita pela aceitação e unidade entre os adolescentes podem ser traduzidas como o início da vida adulta, que é cheio de competição e comparações para ver quem consegue algo ou alguém primeiro. É doloroso ver essa transição. Meio que deixamos uma parte de nós para trás, para começarmos uma vida adaptada aos modos dos adultos que clamam ter maturidade e que quase sempre não a têm.

☆ Tecnicamente falando, o dorama foi bem dirigido. Quem gosta de cinema costuma se atentar um pouco mais a esses detalhes. Acho importante, afinal, tudo isso contribui para a qualidade final. Há várias cenas em que a edição faz toda a diferença. Penso que se não tivessem sido feitas assim, não seriam tão engraçadas e verdadeiras. Sem falar nos closes. “Stand Up!!” brinca muito com as expressões dos personagens, o que fortalece a demonstração das emoções e sentimentos.

☆ Upei o dorama completo em português no MEGA. Pode baixar, compartilhar com os amigos e ser feliz. Afinal, encontrar novelas japonesas antigas legendadas em nosso idioma não está nada fácil, né?

  • Por que não assistir?

☆ Como o foco do dorama é a adolescência dos personagens, muitas pessoas podem achar as intrigas e relações entre eles imaturas – o que é normal, afinal, trata-se de adolescentes em fase de transição para a vida adulta. Mesmo que chegue a ser infantil em certos momentos, a história em si é bem construída e conseguimos sentir a mudança e evolução em cada um deles. Digamos que a maioria passa de completo idiota para aceitável, hahaha. Fuja se não tiver paciência para dramas que envolvem amizade, primeiro amor e tentativas vergonhosas para perder a virgindade.

☆ O tema é batido, confesso. Esses conflitos escolares e de infância já foram retratados em tantos doramas que já perdi a conta. Inclusive, o que vou recomendar daqui a pouco também tem esse ponto negativo. Quando começo a ver algo que é escancaradamente batido, faço o possível para encontrar motivos para continuar a assistir. Sim, porque existe clichê em quase tudo na vida, mas a forma como ele é tratado pode ser original. Nesse ponto, não espere grande coisa. Claro que “Stand Up!!” tem seus pontos fortes, porém, beira o mais do mesmo em muitos aspectos. Se você espera uma narrativa realmente nova, fuja dele.

☆ O amor platônico que Shou sente pela Mochizuki-sensei (Shaku Yumiko) é, além de chato, extremamente dramático. Particularmente, gosto muito da atuação de Ninomiya Kazunari em “Stand Up!!”. Claro que não é daquelas que podemos dizer “minha nossa, que interpretação memorável”, mas ele consegue cumprir bem seu papel e convence na maioria das cenas. Porém, o romance inicial não passa de trololo e não desencadeia nada na história. Ou seja, a narrativa seria a mesma sem a presença desse amor unilateral.

☆ Definitivamente, Yamashita Tomohisa não é um bom ator. É perceptível logo no primeiro episódio, quando você espera que ele mude de expressão quando a situação exige, mas isso não acontece. Olho pra ele e penso no Nicolas Cage, o maior no expression do mundo. Que me desculpem as fãs, mas atuando ele deixa MUITO a desejar. Concordo que ele é lindo, dança muito bem, já fez parte do NEWS (banda de j-pop) e agora tem uma carreira solo de sucesso. Porém, estamos falando de atuação e nisso ele peca muito. Uma pena.

☆ A associação de moradores tem até alguns bons momentos, mas no geral é uma tremenda chatice. Culparia o excesso de moralismo impregnado nos personagens, principalmente nos adultos. Acredite, eles se reúnem para discutir sobre a virgindade dos filhos e o tal do “sexo ilícito” na adolescência. Só que tem um porém: os próprios moradores são falsos moralistas. O que eles querem de verdade é se pegar, hahaha. Todos os caras ficam de olho na Tominaga Shiho (Matsumoto Rio), a lolitinha da história, e ela, que de burra não tem nada, se faz de santa e ingênua. No começo você até ri, mas depois percebe que é tudo tão forçado que não dá pra engolir.

☆ O final poderia ser melhor. Não posso falar muito sobre ele, mas já aviso que é aberto e nada conclusivo. Pode ficar aquela sensação de “cadê as perspectivas dos personagens?”. Fora que o conflito principal não teve a resolução que eu esperava. Aliás, não teve resolução nenhuma. Parece que os 11 episódios não chegaram a lugar nenhum.

  • Você também pode gostar de…

“Hanazakari no kimitachi e” (花ざかりの君たちへ ou HanaKimi) também se trata de um dorama adolescente, mas diferente de “Stand Up!!”, boa parte dos cenários são na escola e as intrigas também acontecem lá. O gênero de ambos é comédia, mas HanaKimi consegue ser mais escrachado. Há cenas que você olha e pensa: “que diabos essa gente tá fazendo?”, hahaha. Só que é bom exatamente por isso. Diria que a única coisa ruim são os protagonistas. O motivo que impulsiona a Ashiya (Horikita Maki) a entrar em uma escola de homens e se passar por um é tão bobo que chega a ser chato.  Por exemplo, dá pra resolver o conflito central em um episódio (menos o trauma do Sano, que só acaba com exorcismo, delsducel). Basta usar o bom senso, encontrar a pessoa e conversar. Mas convenhamos que dessa forma não existiria HanaKimi, nem as competições absurdas entre os alunos e os diálogos épicos. Aliás, naquela escola tem de tudo menos AULA. Nakatsu (Ikuta Toma) é o personagem mais engraçado de todos os doramas, ever. O fato dele ficar o tempo inteiro tentando provar para si mesmo que não é gay torna tudo ainda mais hilário. Como não amar essa figura?

  • A dorama recomenda ou não?

☆ Recomendo e não recomendo. Como assim? Simples: se você gosta de rir e não está a fim de mergulhar em algo sério, assista; agora se espera um dorama com narrativa complexa e com alguma mensagem forte que o forçará a pensar em sua própria vida, fuja. Na minha opinião, há doramas que se encaixam perfeitamente em determinados momentos (há alguns que não se encaixam em nada, como Ouran High School Host Club e Yamato Nadeshiko Shichi Henge, mas isso não vem ao caso) e para cada tipo de humor. Tem dias que estamos tão de saco cheio de tudo que só queremos ver algo bobinho pra relaxar e esquecer os problemas. Nesse caso, baixe “Stand Up!!” sem medo. É realmente engraçado (não mais que HanaKimi, que fique claro). Se estiver numa fase mais exigente, prefira algo como “Saikou no Rikon”, que possui uma narrativa mais elaborada e madura.

Anúncios

10 comentários sobre “Stand Up!!

  1. Taí um dorama que eu sempre ouvi falar mas nunca fui atrás pra assistir pq não sabia bem como era a história XD. Com isso de ver os doramas da temporada assim que eles saem, uma das coisas que eu mais sinto falta é de ter tempo para ver doramas antigos. Aos poucos eu vou retomando esse costume, como é o caso de Ninkyo Helper que é um dorama que eu sempre quis ver mas nunca tinha visto por assistir coisas demais, hahahaha.

    Algo que me chamou a atenção em querer assistir Stand Up!! é ter a oportunidade de assistir algo onde o personagem do Nino não é sério, hahahahaha. TUDO o que eu vi dele até agora sempre foi drama ou ação, nunca comédia. Fico imaginando como deve ser. Tá certo que na época ele era mais novo e inexperiente, mas fiquei realmente curioso pra ver algo dele nesse estilo. Sobre o Yamapi, bem… o Yamapi é naquelas, HUAHAHAHA. Em Saikou no Jinsei (2012) ele foi… legal. Em MONSTERS ele foi bem galhofa, parecia que tinha sei lá 16 anos, hahaha. Se hoje em dia ele já é meio ~sei lá~ imagina nessa época de Stand Up? HUAHAHAHA TENSO!

    E meu, Suzuki Anne! HÁ MILÊNIOS eu não vejo nada dela! Huahahahaha Ela é bem divertida, saudades. E pow, mesmo sendo clichê eu adoro doramas escolares! Como a maioria é comédia e tem MUITA gente, dá pra conhecer vários atores. Em Stand Up!! mesmo pelo o que eu vi no Dramawiki tem além do Nino, Yamapi e Oguri, o Narimiya, a BECKY (!!), A Ashina Sei e até o DAIGO! LOL. Fico mega curioso pra saber como era essa galera há 10 anos atrás, Huahahahahaha!!! Ver como eles começaram e perceber o quanto são fodas hoje em dia XD.

    Nem preciso falar que fico com vontade de ver as coisas só de ver vc escrevendo sobre, né? Os dois primeiros como eu já tinha visto tudo bem, mas esse como eu não vi se bobear daqui a pouco to indo atrás dos episódios, hahahahahaha!

  2. Né, estou terminando de assistir ele 😄 Faltam só dois episódios que pretendo assistir nos próximos dias. Demorei quase 4 meses pra assistir, porque, como você disse, ele depende do humor: assisti uns 4 doramas enquanto via ele.
    Até agora, eu estou gostando ❤

    Sobre HanaKimi: odeio o final e nunca mais vou assistir 😄 Espero que Stand Up não seja assim também! 😄

    Adorei o post!

  3. Olá, Issei. Hoje em dia é bem difícil de encontrar doramas antigos para baixar. Vi que tem as legendas no d-addicts (precisa se cadastrar e acessar http://goo.gl/JHEJP1). Dê uma busca no Google por “stand up raw” pra ver se acha os episódios sem legenda, junta os dois e assiste 🙂 se não encontrar mesmo, volte a falar comigo que upo os arquivos pra você!

  4. Infelizmente não achei… virei varios blogs da internet e não achei nada, olhei em todos os cantos e eu quero muito assistir, falaram que tinha muita comedia e parece ser bem bacana.Poderia upar para mim? ficaria muito grato de verdade

A dorama quer saber o que você achou ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s