First Class

tumblr_n5oaukLeOe1qc9j6yo1_500

First Class (ファースト・クラス) pode gerar um certo receio para quem não gosta de moda e acha que o dorama gira em torno apenas desse assunto. Engano seu, amigo! Claro que o universo fashion faz parte da história e tem grande peso na maioria dos episódios. Afinal, o ambiente principal das personagens é a redação da revista que leva o mesmo nome da novelita. Contudo, os roteiristas tiveram a esperteza de inserir outros temas que se encaixaram perfeitamente ao plot, como: inveja entre mulheres, bulimia, briga por poder a todo custo, ascensão profissional, editorial de revista, mulher no topo de uma empresa, a sombra do pai famoso na vida do filho e preconceito. Yoshinari Chinami é a protagonista, que é interpretada pela rainha Sawajiri Erika. Inicialmente, trabalha em uma grande loja de produtos da indústria têxtil e nutre um desejo imenso de ser designer de moda. Lá, era uma vendedora que atraia a clientela pela sua simpatia acompanhada de um belo sorriso no rosto.

Existe proletário(a) feliz, gente. Mas isso é ficção, que pena! 

A dona do estabelecimento é uma senhorinha de idade que também ama o que faz. Porém, em um dia comum de trabalho acaba passando mal e é levada às pressas ao hospital. Claro que a heroína vai com ela, né? Já deitada e descansando, as duas conversam e ela comenta com Chinami que sempre percebeu sua grande vontade de entrar no mundo da moda, mas aquele verdadeiro mesmo, que vemos nas revistas e na TV. Nesse momento, a filha da senhorinha chega, que por uma “jogada do destino” é a editora chefe da FIRST CLASS. Bem, aí vem o apelo da mãe doente, acatado pela filha com condições compreensivéis, já que uma não conhecia a outra até aquele momento. É aí que as tretas começam para as personagens e a diversão vem de encontro aos nossos olhos. Pra ter uma ideia do que rola, só dar uma olhada na abertura logo abaixo!

  • Por que assistir?

☆ Os temas abordados são amplos e dão espaço para o debate. Infelizmente, a maioria deles não acontecem apenas na ficção e fazem um grande estrago na vida de muitas pessoas, que trabalham nesse ramo ou mesmo aquelas que passam bem longe. A inveja, a busca pelo poder e ascensão profissional acabam virando o ar dessa gente, eliminando qualquer resquício de humanidade e empatia pelo outro. Não importa o ambiente de trabalho, sempre haverá aquele que deseja ser o melhor em tudo e passar por cima de qualquer um que pensar em “destroná-lo”. O mercado é assustador e, obviamente, quem trabalha com moda tem mais chances de sofrer com esse tipo de personalidade. No próprio dorama, Chinami teve de aprender a lidar com as peças que formam o quebra-cabeça editorial, entender como funciona cada setor e, claro, como dar a volta por cima e sair do fundo do poço. Não é fácil, mas assim como ela também precisamos fazer isso. Aos poucos, a personagem torna-se mais humana, porque existe a tal identificação com a realidade, tão importante para montar uma história que é baseada na vida.

☆ O elenco tem personalidade forte. Cada personagem tem sua importância na evolução da protagonista. Kimura Shirayuki (Tabata Tomoko), consegue ser objeto de ódio nos primeiros episódios. Ela é a essência da inveja. Ao ver a colega se dando bem, faz de tudo para que ela caia e volte ao casulo de onde veio. Por sua vez, esses ataques foram indispensáveis para o crescimento de Chinami, que aprendeu a identificar os fios da falsidade só de olhar. Já Kawashima Remie, interpretada pela surpreendente Nanao, usava suas influências pessoais pra manter o cargo na empresa, prejudicar os coleguinhas e ainda manipular “inocentes”, como a Erena (Ishida Nicole), que é rival da Miina (Sasaki Nozomi) por almejar seu posto de garota propaganda da revista. Pra lidar com tudo isso, temos a Oosawa Rumi (Itaya Yuka), que está numa encruzilhada e vivendo ao lado da assistente aka INIMIGA Yamaki Konatsu (Miura Rieko), a personagem com o olhar mais falso do universo. Esse time é que faz a diferença. Sem eles, o dorama não seria tão bom quanto é. Há ainda Nishihara Itsuki (Nakamaru Yuuichi, integrante do KAT-TUN), aprendiz de fotógrafo e vem de família rica, Matsuda Shizuka (Yuui Ryouko), fotógrafa chefe com tendência sadomasoquista e Isogai Takumi (Hirayama Hiroyuki), produtor de moda com história pouco explorada.

gagagagagag

☆ O termo “mounting” é importante e essencial para o dorama. Na tradução, seria mais ou menos isto: amor, trabalho, dinheiro, objetos pessoais: um todo formado pela junção dessas coisas. Aqueles estão acima de mim; esses estão abaixo de mim. Não é claro o que você precisa para vencer, mas isso também faz parte do mounting. Essas são as regras da história e as personagens precisam lidar com elas todos os dias, não importa se estão dispostas ou não. É preciso enfrentá-las pra se dar bem. Do contrário, porta da rua é serventia da casa. Pra classificar cada mulher dentro dessa roleta russa, há um ranking que leva todos esses pontos em consideração. A que estiver em vantagem fica no topo. E pra chegar lá, mil tretas vão rolar!

Sawajiri Erika merece um espaço só dela na resenha. A atriz, que enfrentou momentos difíceis na carreira por sua personalidade forte e língua solta, já provou que sabe mergulhar profundamente em suas personagens. Quem assistiu Um Litro de Lágrimas e Helter Skelter entende muito bem o que estou dizendo. Em First Class, ela interpreta a ingenuidade em pessoa, mas que é munida de coragem, dignidade, simpatia e honestidade. Quase perfeita? Não, não. A tolerância excessiva foge da racionalidade, fazendo com que ela precise aprender numa velocidade fora do comum. Por ser novata no mercado da moda, precisa ter determinação pra lidar com as obrigações e, principalmente, com as mulheres ao seu redor. No começo, achei a Chinami muito bobinha. Mas gostei de observar sua transformação. E isso se deve ao talento da atriz, que acompanho há tempos.

faffaff

☆ A trilha sonora é um dos pontos fortes do dorama. Como há um membro da Johnny’s (KAT-TUN na área), já é esperado que haja alguma música do grupo. A escolhida é In Fact (pra assistir ao PV oficial, só dar uma olhada no jpopsuki.tv), que é abertura de First Class. O encerramento ficou a cargo do SOLIDEMO, com Heroine. Ambas combinam perfeitamente com a essência da novelita e encaixam-se com os temas abordados.

☆ Os 10 episódios do dorama foram legendados em inglês pelo oneokusagi (livejournal) e estão em alta qualidade. Pra baixá-los em torrent, só dar um pulo no jdramacity!

Haverá uma segunda temporada de First Class, que começa dia 15 de outubro. Diferente da primeira, Chinami estará em outra empresa e com um novo cargo: designer de moda. Isso mesmo, aquele sonho que ela tanto desejava se concretizou. Porém, as cobras estão soltas por lá e, mais uma vez, será preciso superar as adversidades pra vencer profissionalmente. Parece manjado, mas se for bem escrita, certamente veremos mais um bom trabalho no ar. Não é à toa que o dorama alcançou esse patamar. Com a boa audiência, a novelita foi renovada e ainda ganhou o horário nobre da Fuji TV. Agora é só contar os dias para a estreia e torcer para que seja um sucesso! Detalhe: Nanao, Sasaki Nozomi, Itaya Yuka, Tabata Tomoko e Miura Rieko voltarão ao elenco.

tumblr_nca7grLqAr1ql2c59o1_500

  • Por que NÃO assistir?

O dorama é um tanto caricato, com aqueles sons de suspense exagerados e que traduzem a cena pelo caminho mais fácil. A personagem da Nanao é interessante e gostei da exploração dos pensamentos dela, mostrando a mente maldosa, cruel, invejosa e falsa de uma mulher. Porém, isso pode assustar alguns dorameiros potenciais, já que, por vezes, Remie-san soa forçada e quase irreal. Não é algo extremamente negativo, mas fica no meio da balança por atrair e afastar pessoas.

☆ Apesar de ter um bom elenco, há personagens que poderiam ter sido melhor aproveitados, como a Shizuka e o Takumi (principalmente ele). Esperava mais e desejava que a história de ambos fosse explicada com detalhes. Fiquei curiosa e querendo entender de onde surgiu o desejo pelo sadomasoquismo e como começou. Só foi mostrado um pouco da influência sobre o Itsuki-kun, mas nada muito importante, já que o problema dele é focado na família e carreira. O produtor de moda parecia nutrir uma paixão pela Rumi-san, mas nada que valesse a pena ser explorado. Acho que faltou plot para o coitado. Digamos que ele sobrou em First Class!



☆ O romance entre Chinami e Itsuki-kun é bonitinho, mas ficou perdido no final do dorama. Na verdade, até comentei sobre isso com o amigo @eitorittoru: faltou força de vontade de ambos. Aparentemente, não estavam tão apaixonados assim pra seguir em frente. Colocaram outros objetivos e desejos em primeiro lugar. Tudo bem que o cara foi trabalhar na empresa do pai e depois desistiu pra focar no seu verdadeiro sonho, mas isso não impede que o amor exista ou que pelo menos possam vivê-lo um pouco. Fiquei decepcionada, porque esperava mais envolvimento, mas, mas, morri na selva de Tóquio e continuo esperando.

  • A dorama recomenda ou não?

☆ Sim, mas com algumas ressalvas. Se você é um dorameiro que não curte ver o mal acontecer e espera apenas uma historinha leve pra passar o tempo, fuja de First Class. O roteiro aborda temas pesados e atitudes deprimentes, mas que são até comuns em ambientes corporativos. É possível ver até onde o ser humano pode ir só pra esmagar alguém e ganhar status. Pelo ego, atropelam qualquer um que estiver na frente. Então, se gosta de refletir sobre o que assiste e entender como a mente humana funciona, esse é o dorama pra você. Só pra não esquecer: com a segunda temporada, teremos a chance de acompanhar a nova jornada da Chinami e as peripécias de outro grupo, que pode ser ainda mais grotesco. Bora? Se ainda está em dúvida, separei um vídeo do noticiário japonês que fala um pouquinho sobre o dorama e mostra algumas cenas também:

Anúncios

4 comentários sobre “First Class

  1. Adorei a review, descobri o blog recentemente mas já li algumas resenhas e estou amando (às vezes acho q gosto mais de ler reviews do q ver os doramas mesmo, haha). Também gostei de First Class, embora tenha assistido sem legendas (usando meu japonês meia boca XP ) então não entendi totalmente algumas partes… Fui atrás do dorama por causa do Nakamaru Yuichi (sim, sou fã do KAT-TUN) mas achei a atuação dele meio meh. Porém, continuei a acompanhar porque amo estas histórias em que a protagonista tem que evoluir e se tornar mais forte e capaz pra vencer os desafios apresentados… De certa forma não fiquei tão chateada pelos dois não ficarem juntos porque eu tive a impressão de que a Chinami se tornou uma protagonista forte demais para o Itsuki…
    Você chegou a assistir a 2a temporada? Só assisti o último episódio e até gostei da forma como terminou (talvez você goste… ou fique decepcionada, hehe) mas queria saber se valeria a pena ver a temporada inteira.
    Já anotei algumas das dicas do blog na minha lista de “doramas que quero assistir (mas provavelmente não terei tempo nos próximos 10 anos) (haha)”

  2. Oi, Deh, tudo certinho? Obrigada por deixar seu comentário por aqui. Já tentei ver dorama sem legenda (estudei japonês durante 3 anos), mas não senti muita firmeza, sabe? Queria entender 100%, mas não conseguia de jeito nenhum – ainda mais First Class, com aquela louca da Nanao falando consigo mesma, hahaha! Aí, desisti dessa epopeia e preferi ficar nos legendados em inglês mesmo 😄 olha só, você é fã de KAT-TUN! Também gosto deles. Inclusive, a música de abertura é show! Da Johnny’s, sou fã de Arashi ❤

    Gostei do seu ponto de vista sobre o casal protagonista. Apesar de eu achar que ambos cresceram bastante no decorrer do dorama. Claro, ela muito mais, já que o foco da história é nela.

    Não vi nada da segunda temporada, justamente por não ter legenda :/ tô muito curiosa. Queria fazer uma resenha, mas, mas… fico torcendo para que uma boa alma faça esse trabalhinho pra nós!

    E lista infinita é algo que todo dorameiro tem, né? A minha cresce a cada temporada, fora alguns antigos que ainda não vi!

    Super beijo, Deh! Vamos nos falando, viu? 😉

  3. Olá

    Pela resenha me interessei muito pelo dorama
    Há algum fansub que já está traduzindo?

    Obrigada

A dorama quer saber o que você achou ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s