3

Todo mundo precisa de shoujo e dorama na vida – #MêsDoShoujo

Boku no Hatsukoi wo Kimi ni Sasagu

J-movie: Boku no Hatsukoi wo Kimi ni Sasagu

Março foi escolhido como o Mês do Shoujo (e do josei também). O pontapé inicial foi o Dia Internacional das Mulheres, como diz o post introdutório do Mais Shoujos no Brasil. Contudo, essa data não define o público da demografia. Mulheres e homens são livres para apreciar animes e mangás que dão vida a personagens e trazem à tona histórias inspiradoras que podem transformar o modo como vemos as coisas. Continuar lendo

1

Yowakutemo Katemasu

yowakutemo

Yowakutemo Katemasu (弱くても勝てます) foi lançado em abril de 2014 pela NTV. É baseado na novel de Takahashi Hidemine, que leva o mesmo nome. O dorama segue a média convencional de 11 episódios de quase uma hora cada, mas que parecem durar uma eternidade. Continuar lendo

2

Conversando sobre dorama: por que você assiste?

Freeter, Ie wo Kau

Dorama da imagem: Freeter, Ie wo Kau

Pra começar, dorama vem da palavra inglesa drama, que nada mais é do que novela, mas nesse caso, japonesa. Diferentemente das nossas, que são longas e duram quase o ano todo (isso se forem bem recebidas pelo público, claro), a novela japonesa costuma ser mais curta (de oito a 11 episódios), que pode se estender a outras temporadas, com a mesma quantidade de episódios ou não. Há vários formatos de dorama, mas conhecê-los neste momento não é tão importante para a discussão do post. Porém, se ficou curioso, basta dar um pulo no glossário e descobrir um pouco sobre eles e outras nomenclaturas. Continuar lendo

13

Tatta Hitotsu no Koi

bb4db6d0001defdd64bd064eb7883286c97cddaa

“Tatta Hitotsu no Koi” (たったひとつの恋 / Apenas um amor) foi lançado no final de 2006, pela NTV. O elenco é daqueles que enchem os olhos, principalmente pela Ayase Haruka, que é uma atriz promissora. E, lógico, pelas fãs de Johnny’s e KAT-TUN. Porém, existe o porém, hahaha. Deixo bem claro que essa análise será um tanto malvada. Afinal, esse dorama merece o esculacho. Continuar lendo

18

Kimi wa Petto

tumblr_m0eel0Sr5C1ro6fifo1_500

Kimi wa Petto” (きみはペット / Você é meu pet) é uma adaptação da TBS do manga de Yayoi Ogawa, que conta a história de Sumire (Koyuki), uma jornalista em busca do sucesso profissional que levava uma vida normal, até encontrar Takeshi Gouda (Matsumoto Jun, integrante do Arashi) todo machucado dentro de uma caixa de papelão em frente ao seu prédio. Chocada com a situação, acaba levando-o para sua casa para cuidar de seus ferimentos, mas os dias vão passando e ele continua lá, sendo tratado como, adivinhem, um pet. Nisso, seu nome passa a ser Momo e a vida dela começa a virar do avesso. Continuar lendo